• ESTADO ATUAL DA (RE) CONSTRUÇÃO DA ALTERIDADE COMO CATEGORIA TEÓRICO – PRÁTICA E A CONTRIBUIÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR
  • The current state of the (re) alterity construction as category theory-practice and the contribution of highter education.
Ada Augusta Celestino, Kátia Maria Limeira Santos, Soane Maria Santos Menezes Trindade Silva, Márcia Alves Carvalho Machado

Abstrato

Este artigo tem o objetivo de mapear o estado do conhecimento sobre a alteridade a partir das publicações indexadas à base de dados Scopus, no período de 2003 a 2015, na grande área do conhecimento das ciências sociais e humanidades, decorrentes da contribuição da educação superior. Revela a posição teórico-metodológica das autoras assim como o resultado da análise de conteúdo que desenvolvem dos 41 artigos identificados, à luz de Bardin (2011), chamando a atenção para a dispersão das trajetórias teórico-metodológicas, mas também apontando descritores mais comuns na abordagem à temática e os autores que representam o fundamento dos marcos teóricos que têm permitido a reconstrução da categoria alteridade. Destaca os periódicos que mais têm priorizado a temática e identifica/agrupa subáreas das ciências sociais e humanas com as produções pertinentes (Psicologia, Antropologia/Sociologia, História/Filosofia/Política, Letras/Artes, Educação, Biologia/Saúde e Educação Física/Desporto). Nas considerações finais destaca a emergência da temática, apontando a necessidade de estudos sobre a alteridade na educação básica, na educação superior, especialmente nas agências formadoras, nas políticas públicas, no trabalho do professor e na formação humana, principalmente na educação formal.

Abstract

This article aims to map the state of knowledge of otherness from the publications indexed in Scopus database, in the period 2003-2015, in the area of ​​knowledge of the social sciences and humanities, stemming from higher education contribution. The theoretical and methodological position of authors as well as the result of content analysis to develop the 41 articles identified in the light of Bardin (2011), drawing attention to the spread of the theoretical and methodological trajectories, but also pointing more common descriptors in approach to the theme and the authors who represent the foundation of theoretical frameworks that have allowed the reconstruction of otherness category. It highlights the journals that most have prioritized the issue and identifies/group sub-areas of the humanities and social sciences with the relevant productions (Psychology, Anthropology / Sociology, History / Philosophy / Politics, Language / Arts, Education, Biology / Health and Physical Education / Sport). The conclusion shows the emergence of the theme, pointing out the need for studies on otherness in basic education, higher education, especially in forming agencies, public policy, the teacher's work and human development, mainly in formal education.

Palavras-chave

Alteridade; Área de Ciências Sociais e Humanidades; Estado do Conhecimento.

keywords

Otherness; Social Sciences and Humanities; Knowledge State.

Texto completo: PDF



DOI: 10.5354/0719-5885.2017.46250